Ocorreu um erro neste gadget

segunda-feira, 10 de setembro de 2012

Toda Coisa

Todas horas 
São inúteis
Todo tempo 
É impalpável
Toda coisa
É qualquer coisa
Todo amor abstrato
Pois todo sentimento é passageiro
Passageiro do bonde do tempo
Atemporal e instável
Como toda coisa.

Rogério Vícios F... todas poesias registradas na biblioteca nacional
Revisão Thor o Deus do trovão

Nenhum comentário:

Postar um comentário